segunda-feira, 20 de setembro de 2010

[Receita] Maracujá de colher

Delicioso!!!


                                 


Ingredientes:
1 lata de leite condensado
200ml de creme de leite sem soro
60ml de suco de maracujá.

Modo de preparo:
O caldo do maracujá a melhor forma de tirá-lo é passando numa peneira. Separe as sementes que sobrarem na peneira para decorar os copinhos.
Numa panela, coloque o leite condensado e o maracujá e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até engrossar. Tire do fogo.
Acrescente o creme de leite aos poucos e vá mexendo.
Deixe esfriar. Coloque nos copinhos e por cima coloque as sementes do maracujá. Coloque uma colherinha em cada copinho, coloque pra gelar e sirva.

[Receita] Brigadeiro de especiarias

Meninas,

esse deu o que falar.
Na verdade, peguei uma receita de trufa, mas desandou e como não estava dando o ponto de enrolar acabei complementando e os coloquei nos copinhos. Ficou delicioso, todos comiam e pediam mais.

Ufa!





Segue a receita:

Ingredientes:
200gr de chocolate meio amargo
600gr de chocolate ao leite
300ml de creme de leite sem soro
1/2 colher (sobremesa) de café solúvel
20ml de conhaque
2 colheres (sopa) de gengibre ralado
2 colheres (sopa) de canela em pós
amêndoas trituradas
granulado de chocolate
pedacinhos de canela em pau

Modo de preparo:
Raspe os chocolates e coloque em fogo baixo junto com o creme de leite, mexendo sempre. Quando estiver homogêneo acrescente o café, o conhaque, o gengibre, a canela e por último as amêndoas.
Deixe esfriar. Coloque nos copinhos, cubra com granulado e coloque um pedacinho de canela para enfeitar e uma colherzinha. Sirva.

Uma dica: ele fica bem gostoso se servido gelado.

Sabe o que mais gostei, mesmo que alguns ingredientes tenham gostos e cheiros marcantes... o sabor final é um gosto sutil e diferenciado. E com gostinho de quero mais!

Bom apetite!!!

Façam e me digam o que acharam depois.

[Receita] Beijinho de colher

Huuuuuuuummm!!!

Além de ter ficado uma delícia... ficou lindo.
Acredito que foi uma das coisas que os convidados mais gostaram, de criança a idoso.

Como só tinha eu e uma amiga para organizar tudo, ficou pouco tempo pra fazer muita coisa. Deixamos de lado a idéia de fazer várias trufas e fizemos docinhos de colher, inclusive beijinho.



Nesse usamos:

Ingredientes:
2 latas de leite condensado
1 colher de margarina
1 pacote de coco ralado (usei da sococo, pois é mais grossinho e o resultado fica melhor)
Confete de chocolate para enfeitar

Coloque os ingredientes em uma panela e leve ao fogo médio, mexendo para não grudar. Quando engrossar e ficar quase no ponto de enrolar pode retirar.
Deixe esfriar e vá colocando nas colheres. Enfeite com o que preferir: confetes, granulados, raspas de chocolate, etc.

Eu ia colocar uns lacinhos colados no cabo da colher. Mas ia demorar, peguei umas colas coloridas que tenho em casa e fiz uns pinguinhos coloridos no cabo.
Ganhei uma base branca para bolo que achei que nunca usaria. Arrumei as colheres nessa base e o fundo branco até destacou o doce de colher.

Espero que tenham gostado.

Um beijo e fiquem com Deus

Cestinha de pirulitos

Bom dia, meninas!

Para decorar utilizei pirulitos de várias cores e tamanhos.

Para fazer as cestinhas, precisei:

  • Argila e saco plástico
Usei em cada caixinha meio quilo, entretanto, a quantidade dependerá do quê e do tamanho e peso do que você colocará. A argila deverá ser colocada dentro de um saco plástico e dar um nó.  Usei aqueles que usamos em cozinha mesmo. O saco fará com que a argila dure mais, resseque menos, além de você fazer menos sujeira.


  • Caxinha de papelão do tamanho desejado
Você colocará o saco plástico com a argila dentro da caixinha - é bom colocar o nó do saco para baixo, assim não atrapalhará na hora de colocar os pirulitos.
 

  • Pirulitos de cores e tamanhos variados
  • Rococó da cor desejada
Vá colocando os pirulitos aleatoriamente. Depois para esconder a argila, coloque rococó.


  • Fita de pvc colorida e tesoura
A fita você usará em volta da caixinha, para esconder o papelão. Poderá também fazer um lacinho e prender na frente, pra dar um charminho. (prendi com um araminho, mas acho melhor dar um pontinho com linha e agulha mesmo, fica mais discreto)


RESULTADO:

Coloquei um em cada ponta da mesa do bolo, ficou uma graça.
Deixem um comentário, ou mesmo sugestões.

Um beijo e fiquem com Deus.

Ressaca da festinha

Caramba, estou de ressaca! Não pensem que tomei todas, mas ontem a Isaura trabalhou viu.
Mas vim dividir com vocês que foi maravilhoso, acho que nunca fiz uma festinha assim. Confesso que pensei em tantas coisas, tantos detalhes, mas com uns imprevistos que apareceram acabei fazendo metade do que queria. Muita coisa eu comprei o material, mas não tive tempo de fazer, acabou sobrando. Teve receita que deu errado, complementei e depois foi o maior sucesso, etc.O bom mesmo foi ver todos elogiando que tudo estava muito gostoso, que sairam satisfeitos, além de alguns terem visto o cuidado nos detalhes e apresentação, principalmente dos doces.
Queria mesmo agradecer aos blogs que sigo, muitas idéias vieram deles, só dei o meu toque.

As próximas postagens serão de coisas que fiz na festinha.

Com a correria, acabei não tirando foto do salão, uma pena, ficou tudo muito lindo. O jogo de cores do vermelho com o marrom ficou muito bacana.

Segue uma foto da mesa de bolo:


Espero que gostem do que apresentarei.

Um beijo e fiquem com Deus

sábado, 18 de setembro de 2010

Isaura

Lê rê, rê rê, Lê rê Lê rê Lê rê....

Meninas, sei que hoje trabalharei igual uma escrava branca srsrsr Mas também sei que tudo valerá a pena.

Nesta semana completei 25 anos e me dei o direito de uma festinha. E festinha estilo infantil, pois acho as melhores.
Juro a vocês que fora o aniversário dos meus  8 anos, não me lembro de mais nenhuma outra. Sempre só um bolinho pra o pessoal de casa... e não estou desmerecendo... mas estava com saudades de reunir todo mundo, amigos e familiares... recebê-los em casa...essas coisas. E nada melhor que fazer numa época que estou me sentindo tão bem com tudo e todos.

Só encomendei o bolo... meu forno está com problema, o bolo cresce e depois murcha. Triste, viu.
Encomendei também alguns salgadinhos: coxinha, risolis, empadinha e bolinho de charque (sempre tem que ter um toque regional). Farei mini cachorros quentes, salgadinhos de queijo, pipoca, caldinho... mainha dará o tradicional pastelão.

Como o tema da festa é a Fantástica Fábrica de Chocolate... tudo terá um gostinho desse doce pecaminoso. Já avisei aos convidados que dieta será proibida. Muitas trufas, cup cake, brigadeiro, bicho de pé, pirulitos de bolo, maça do amor, espetinhos de frutas fondados.... tentei achar umas casacas de laranja cristalizadas para cobri-las de chocolate, mas não consegui... acho a combinação de laranja e chocolate maravilhosa.
Outra coisa que farei é um brigadeiro de colher com geléia de pimenta... to doida pra experimentar...

Prometo que tudo o que eu fizer tirarei foto e disponibilizarei as receitas. Acho justo, já que muitas receitas ou mesmo idéias me foram disponibilizadas nos blogs maravilhosos que eu sigo.

Tenham um ótimo final de semana.

Um beijo carinhoso... e na próxima já mostro as minhas trelas e quitutes culinários.


sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Mais uma primavera...

é incrível como quando fazemos aniversário fazemos uma retrospectiva da nossa vida. Ontem completei 25 anos e acredito que estou na melhor fase... Hoje, estou colhendo bons frutos em todas as áreas de minha vida. Mais feliz que agora, acho que só quando eu for mãe.
Queria agradecer a Deus pela minha saúde, família, marido, trabalho e perspectivas que tenho para curto e longo prazo.
Para quem anda tristinho, só tenho uma coisa a dizer: às vezes temos pressa em conseguir certas coisas, mas só o Pai sabe o melhor momento para as realizações em nossa vida. É só confiar NEle, basta ser paciente.

O que a gente pode ir fazendo é prestar atenção nos pequenos detalhes, sempre são eles que fazem a diferença na nossa vida. Viver intensamente.
E aprender que o mais gostoso da nossa caminhada não é nem tanto onde vamos chegar, mas o que aprendemos no percurso, as pessoas que conhecemos e as experiências que vivemos.

Amem-se. As mudanças precisam acontecer de dentro pra fora... Quando a gente aprende a valorizar o que temos e o que somos, a vida fica renovada.

De presentinho, quero deixar uma mensagem de Chaplin que acho linda e que sempre é bem atual e nos faz refletir.




Desejo um bom dia a todas e que o final de semana seja maravilhoso.

Fiquem com Deus.

sábado, 11 de setembro de 2010

Iridologia

Encontrei no site do Saúde e Harmomia curiosidades sobre a iridologia. Assim vocês podem entender um pouco mais sobre o assunto.



A HISTÓRIA

A Iridologia iniciou-se no século 19, com um jovem húngaro chamado, Ignats Von Peczley. Quando tinha 11 anos quebrou acidentalmente a perna de uma coruja. Ao olhar nos olhos do animal, observou uma listra negra surgindo na íris. Von Peczley enfaixou a perna e cuidou do pássaro até que ele se restabelecesse e restituiu-lhe a liberdade. Mas o animal permaneceu no jardim por vários anos e Von Peczley, pode observar o aparecimento de linhas brancas e tortuosas, onde primeiramente havia aparecido a listra negra. Esta listra tornou-se finalmente um pequenino ponto preto, cercado por linhas brancas e sombras.

Quando Ignatz von Peczley cresceu tornou-se um médico. Ele jamais esqueceu o incidente com a coruja. O trabalho em salas de cirurgia de hospital de sua universidade deu-lhe a oportunidade de observar as íris de seus clientes após acidentes e precedendo cirurgias. Um estudo sobre as transformações nos olhos coincidindo com traumatismos, cirurgias ou doenças convenceu von Peczley que havia um relacionamento reflexo entre os vários sinais na íris e o resto do corpo. Ele estudava certo que a íris reflete mudanças nos tecidos dos diversos órgãos e criou o primeiro mapa da íris, baseado em suas descobertas.

Em um ponto similar na história o Rev. Niels Lijequist, um clérigo sueco, descobria a relação existente entre o uso contínuo de várias drogas e as descolorações da íris do olho. Extremamente doente quando jovem, Lijequist tomou maciças doses de quinina. Isto o levou a correlacionar o descoramento amarelo everdeado de seu olho e o uso da quinina.

A iridologia progrediu tremendamente desde o século 19, Numerosos terapeutas e cientistas tem estudado iridologia e revisto e ampliado o mapa da íris. Entre eles podemos destacar os trabalhos de Deck e Vida biólogos alemães que relacionaram iridologia e genética humana e também o trabalho do Dr. Bernard Jensen², nutricionista norte-americano que introduziu a ciência da iridologia nos EUA e elaborou um dos mapas mais aceitos atualmente
 
 
O QUE É IRIDOLOGIA?
 
Como uma forma de definição podemos dizer que é a ciência e a prática de revelar inflamações, sua localização e estágio em que se encontram. A íris revela as condições de saúde, determinadas fraquezas inatas e a transição que ocorre no corpo de uma pessoa de acordo com a forma que ela vive. Esta análise completamentar permite ao terapeuta relacionar pontos e sinais na íris com manifestações dos vários órgãos do corpo. O olho tem sido proclamado através dos tempos como o espelho da alma e atualmente nós iridologistas o conhecemos como a janela para o corpo, permitindo-nos vizualizar estados normais e anormais dentro corpo e seus órgãos.
 
 
COMO A ÍRIS REPRESENTA TUDO ISSO?
 
Contidos na íris¹ estão milhares de filamentos nervosos microscópicos. Eles recebem mensagens virtualmente de todos os nervos do corpo por via de concessões aos nervos óticos, tálamo e cordão espinhal. Também microscópicas fibras musculares e finíssimos vasos sanguíneos duplicam as alterações teciduais simultaneamente com os órgãos refletidamente associados. Deste modo, pelo exame das marcas descoloramentos, texturas e outras manifestações da íris, o iridologo está apto a analisar o grau de sanidade de todos os constituintes do corpo humano.
 
 
PRINCÍPIOS VITAIS DA IRIDOLOGIA
 
Todo terapeuta deseja ser suficientemente perceptivo com seus clientes para identificar os problemas o mais depressa possível, pois isto permitirá a intervenção terapêutica menos na restauração da saúde. A meta maior de todo profissional de saúde deve ser dupla: 

  • Usar um mínimo de intervenção terapêutica para restaurar a saúde de seus clientes.

  • Educar seus clientes a adotar uma forma racional de vida a fim de prevenir contra futuros problemas de saúde.

O QUE A IRIDOLOGIA NÃO FAZ?


  • A iridologia não diagnostica as doenças. Sei papel é de analisar condições tissulares indicadas reflexamente na íris, o que é um processo inteiramente diferente.

  • Não acusa evidência de operações efetuadas sob anestesia. Devido ao efeito da anestesia sobre a transmissão nervosa, a íris não registra a condição de um órgão enquanto está anestesiado. No caso de um orgão removido, a íris registra a condição pré cirurgica. 

  • Não revela gravidez. Tem havido alegações de gravidez confirmada, mas nós não aceitamos esta possibilidade.

  • Pedras na vesícula biliar e nos rins não podem ser determinadas pela íris, pois não há envolvimento nervoso. 

  • A Iridologia não é uma análise Psíquica, porém existem métodos de observação da íris para analisar área comportamental, porém são identificados por seus respectivos métodos.

  • A Iridologia não identifica patologia específica do corpo.

  • A Iridologia não confirma a presença de vírus, parasitas, vida germinal ou invasões bacterianas. Todavia mostra as condições tissulares que favorecem o desenvolvimento de situação tipo hóspede. 

  • A Iridologia não pode predizer a extensão da vida de um indivíduo, nem a iminência de sua morte. 

  • Não pode separar a grande quantidade de drogas tomadas nem os poluentes absorvidos
A Iridologia não pode identificar o gênero do ser humano, embora as lâminas da íris frequentemente mostrem traços de maquiagem nos cílios.
 
 
O QUE A IRIDOLOGIA PODE FAZER?
 

  • Identificar a presença e a localização da inflamação
O exame da íris mostrará inflamação aguda com a presença de marcas brancas. A inflamação pode ser sistemática; neste caso a íris inteira estará excessivamente branca (indicando condição ácida do corpo), ou poderá estar localizada. De qualquer forma, uma inflamação aguda é o estágio mais precoce da desordem funcional identificável relevada na íris e é precursora de problemas mais graves se não for tratada. Uma inflamação pode ocorrer como manifestação secundária ou reflexa, de um problema em outro local do corpo que geralmente será relevado na íris. Em estágios mais avançados, a inflamação poderá aparecer na íris como cinza (subaguda), cinza escuro (crônica), ou preto (degenerativa).
 
Mais informações vocês podem dar uma olhadinha no site que citei acima.
 
Uma beijoca e espero que essa novidade possa ajudálos em alguma coisa.
 
Fiquem com Deus

Descobri por que os olhos são o espelho da alma.

Boa tarde, meninas... há tempos não apareço por aqui. Estava querendo trazer um assunto interessante, diferente e que tivesse relação com as necessidades do nosso dia a dia.

Achei que vir falar um pouco sobre saúde, seria importante. Lembrei de como minha vida mudou após ter ido a um médico... na verdade, é uma área da medicina alternativa, mas que faz a diferença.

Já ouviram falar em Iridologia?

Não?

Eu explico do que se trata. Mas vou começar explicando como fiquei sabendo:

Há muitos anos, tinha crise de enxaqueca... fui a vários médicos - otorrino, oftalmo, ortodontista, neurologista, clinico geral, etc. - e sempre ouvia explicações como:
- "Seu problema é estresse"
-"Você precisa mudar sua rotina"
(Nessa época específica, estava em época de vestibular)
-"Seu problema são os dentes sisos que querem nascer" (tirei os dentes inclusos e parece que foi pior)
- "Seu problema é a vista" (até hoje não consegui descobrir o que tenho na visão, não uso meus óculos e não sinto nenhuma falta)

Droga, eu só queria uma solução...no início as dores de cabeça eram intensas, mas uma hora de sono e silêncio resolviam.... depois precisei começar a tomar remédios; depois ficar enjoada a ponto de vomitar; depois a pressão cair a ponto de desmaiar.... e o pior... no final o único remédio que passava minha dor de cabeça era o Tandrilax (remédio indicado para quem sofre de crise de coluna e que me rendeu uma gastrite- aí eu não sabia o que era pior, a dor de cabeça ou de estomago). Era horrível, as dores já estavam durando mais de 24 horas e acontecia de duas a tres vezes por semana.

Meu namorado, atualmente marido, me falou de um problema que teve e que esse médico diagnosticou e ele melhorou. Resolvi ir. Já tinha ido a tantos, que mais um, menos um não faria a diferença... marquei minha consulta.

Chegando lá, Dr. Henrique muito sorridente e atencioso, começou a analisar meus olhos, mais precisamente minha IRIS. Antes que eu falasse qualquer coisa, me perguntou se já tive disturbio alimentar... fiquei parada... e confirmei, mas disse que fazia muito tempo (tive inicio de bulimia há uns 12 anos) e ele me explicou que meu metabolismo estava muito lento e que precisariamos trabalhá-lo. Perguntou sobre meu emocional (e na época estava passando por us problemas), falou do meu pancreas (o que outrs medicos ja haviam me dito)... não aguentei e perguntei o que poderia ter relação com as dores de cabeça e ele me disse que estava com um problema no fígado (nunca imaginaria, não bebo, não como frituras, etc...)...

Eu ainda fiquei com uma pulga atrás da orelha... antes de começar os remédios homeopatas que ele me receitou e a nova dieta (ele é especializado em nutrição), procurei gastro e endocrinologista... e confirmei tudo o que ele me disse.

Vou a mais de um ano e minha saúde mudou muito. Vou a outros médicos, entretanto, é a ele que ouço em relação a tudo. As enxaquecas pararam, hoje, noto que quando ela aparece, com menos intensidade... são em dias que não dormi direito... e o primeiro método, o soninho, tem resolvido.

Como disse mais acima, a Iridologia é uma medicina alternativa. O médico examina sua Iris e dá o diagnóstico. Além de dizer os problemas que você tem, pode identificar doenças que você pode desenvolver ou adquirir... problemas genéticos ou não.

Uma vez ele me explicou que o corpo possui milhares de pontos nervosos que vão até o cérebro, o córtex... e que o final do córtex é a Iris, por isso que com uma lente especial você pode observar pontos de todo corpo.

O médico poderá diagnosticar inflamações em determinados pontos e estudá-lo, tentar descobrir o que está desenvolvendo aquilo.

As consultas com o médico que vou acontecem a cada três meses (ida e retorno). Da última vez que fui pude achar mais interessante do que antes. O médico está com um equipamento novo e a gente tem a possibilidade de ver a nossa íris nuam televisão...

Não é a toa que dizem que "os olhos são o espelho da alma"



Bjos e até a próxima.

domingo, 5 de setembro de 2010

[Receita] Cumbuca de Chocolate

Estou organizando uma festinha de aniversário inspirada no filme: A Fantástica Fábrica de Chocolate e para apresentar as guloseimas de forma original, tenho pesquisado tudo referente a chocolate... e amei a idéia da cumbuca de chocolate. Ah, encontrei no blog "Bendita festinha". Vale a pena passar por lá e conferir outras dicas.
É interessante , principalmente, para servir sorvete, salada de frutas, etc...

Aqui você precisará apenas de Chocolate de sua preferência para derreter (meio amargo, ao leite ou branco) e bolas de aniversário. O passo a passo você vê nas imagens:













Caramba, não vejo a hora de fazer e sevir para amigos que forem em casa. Aproveitar o calorzinho que anda fazendo, né.

Deixem seus comentários.
Bjos e até a próxima.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Lua de Mel no fundo do mar

Muito interessante!!
E às vezes ainda acho que não tem mais o que inventar.


O Hotel Conrad, nas Ilhas Malvinas, oferece uma suite especial para Lua de Mel. A suite é submersa no Oceano Indico. No pacote, além da noite com os peixes, o casal tem um café da manhã especial com champagne. O valor ainda não foi divulgado, mas a diária em uma suite acima da água custa em média R$3.100,00.



Salto plataforma é pior que o agulha

Meninas,

encontrei essa matéria no G1, e achei muito interessante. Quando o assunto é circulação o salto alto sempre é o grande vilão, mas uma pesquisa da USP, diz o contrário.

Abaixo a explicação da pesquisa.

O salto plataforma pode ser o preferido das mulheres por causa do conforto, mas ele é mais prejudicial à circulação das pernas que o salto agulha. A afirmação é feita pelo cirurgião vascular Wagner Tedeschi Filho, pesquisador da USP que analisou a influência da altura e do tipo de salto na circulação das pernas femininas.

A pesquisa teve duas fases. Em uma delas, o médico avaliou 30 voluntárias saudáveis, com idade entre 20 e 35 anos. Cada uma repetiu o mesmo exame quatro vezes: usando um salto plataforma de 7 cm, um agulha de 7 cm, um de 3,5 cm e descalça. O resultado, conta Tedeschi, mostrou que todos os saltos maiores de 3,5 cm são prejudiciais à circulação, podendo causar varizes, vasinhos, flebites (inflamação da parede de uma veia) e inchaço.

Até aí, o resultado não causa espanto. O que tornou o plataforma vilão das pernas bonitas foi o resultado do exame que media o volume residual venoso. Enquanto o percentual considerado normal desta taxa é 35%, após o uso da plataforma as mulheres tiveram taxa média de 59%. No caso do salto agulha, o percentual foi de 56%. Já o salto mais baixo, de 3,5 cm, apresentou volume residual venoso de 49%.

“O estudo mostrou que o salto alto compromete a contração da panturrilha, que funciona como uma ‘bomba’ na perna. A quantidade de sangue represado na perna aumenta para saltos maiores de 3,5 cm”, diz Tedeschi. Esse "represamento" é o volume residual venoso, responsável pelo surgimento das varizes.

Para entender de que forma o salto compromete a circulação e influencia o percentual do volume residual, é preciso entender a diferença entre o sangue arterial e o venoso.

O arterial, explica Tedeschi, sai do coração “limpo” e vai “abastecer” de oxigênio as extremidades do corpo, no caso, as pernas. O sangue venoso é o inverso: ele sai das extremidades do corpo, é pobre em oxigênio – que já foi distribuído – e segue em direção ao coração. Se no meio do caminho ele encontra as veias contraídas pela panturrilha, observa o médico, vai ocorrer o acúmulo de sangue, sobrecarregando as veias. Daí para frente, surgem as consequências que as mulheres conhecem bem: vasinhos, inchaço, varizes, dor e sensação de peso nas pernas.

Segundo Tedeschi, o salto plataforma é mais prejudicial à circulação justamente por apoiar melhor o pé, o que é responsável pelo conforto. Esse “abraço” nos pés femininos compromete a circulação do sangue venoso, que já enfrenta a força da gravidade no percurso em direção ao coração.

Pesquisa inédita

Segundo o cirurgião vascular Wagner Tedeschi Filho, estudiosos do Brasil já realizaram várias pesquisas sobre o uso de salto alto. O diferencial desta, diz o médico, é o uso da pletismografia a ar completo, tendo como base protocolos internacionais de pesquisa, válidos no mundo inteiro.

“O resultado dá embasamento para orientação de pacientes em consultório, pois muitas se queixam de dor e perguntam sobre o uso de salto alto.”

Pois é, o salto agulha continua sendo o meu preferido... srsrs

Beijos e fiquem com Deus