Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Eu sei em quem você está pensando!

Huummm, em alguns momentos seria ótimo saber em quem algumas pessoas estão pensando.
Isso é possível. Mas, não são superpoderes, é um site que brinca com a gente.

Pensamos em alguém, famoso ou não, e vamos respondendo à várias perguntas e, incrivelmente, o site acerta.
Eu fiz vários testes, pensei de Lacraia a Richard Gere e acertaram todos. Fiz umas perguntas bem específicas, como pensar na minha 2º mãe (tenho duas) e ele não foi tão específico, mas falou (madrinha).

É bem divertido, depois me contem se deu certo com vocês também.

O site para você se divertir é: http://pt.akinator.com/#

Beijocas e fiquem com Deus

Aracelli, Meu Amor - 18 de maio de 1973

Oi pessoal,
estou passando para falar de uma coisa muito séria: o Abuso e a exploração sexual de crianças e Adolescentes. Hoje, dia 18 de maio é o Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, é uma data nacional e foi escolhida 20 anos após o do crime que aconteceu contra Aracelli Cabrera Sanches Crespo (02 de julho 1964 - 18 de maio de 1973).
Aracelli (significa altar celeste), brasileira, nascida em Vitória/ES. Uma menina meiga, alegre, morava em uma casinha no bairro de Fátima, em Serra/ES (na rua que hoje tem o mesmo nome da menina). Era filha de Gabriel Crespo e da boliviana Lola Sanchez. Tinha um cachorro, chamado Radar (colocou esse nome, pois dizia que ele a encontraria em qualquer lugar). Estudava no Colégio São Pedro, e na sexta-feira, dia 18 de maio de 1973, não chegou no horário que normalmente chegava em casa, e com o passar das horas, a preocupação foi aumentando.
O Sr. Gabriel Crespo, pensando em sequestro, foi à delegacia dar queixa do desaparec…

Pão de Queijo!

Recebi nesta manhã este email, e resolvi postar para que vocês possam rir pouquinho.

Uma ótima terça-feira pra vocês.



O médico estava namorando a enfermeira Margareth e ela acabou engravidando. Ele, não querendo que sua mulher descobrisse, deu dinheiro à enfermeira, pediu que ela voltasse para sua cidade natal em Minas Gerais, e tivesse o bebê lá.
- Como vou avisá-lo quando o bebê nascer?
- Mande um postal e escreva "PÃO DE QUEIJO". Eu cuidarei de todas as despesas da criança.

Alguns meses se passaram. Um dia quando o médico chegou em casa, a esposa disse:
- Você recebeu um cartão postal de Mina Gerais e eu não consigo entender o significado da mensagem.

Ele leu o cartão e caiu no chão com um violento ataque cardíaco, foi levado à emergência do hospital. O cardiologista perguntou à esposa:
- Aconteceu algo que possa ter causado o ataque ?
- Ele apenas leu este cartão postal:


"Cinco pães de queijo: Três com linguiça e dois sem".

Cronica do Amor, Arnaldo Jabor

Gosto muito dos textos de Arnaldo Jabor e sua maneira direta de expor suas idéias. Hoje li a Crônica do Amor e queria dividir com vocês.
"Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta. O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera. Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco. Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ó…