Pular para o conteúdo principal

Cronica do Amor, Arnaldo Jabor

Gosto muito dos textos de Arnaldo Jabor e sua maneira direta de expor suas idéias. Hoje li a Crônica do Amor e queria dividir com vocês.

"Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.
O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.
Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.
Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.
Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?
Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.
Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.
Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?
Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.
É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.
Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?
Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.
Não funciona assim.
Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.
Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!
Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa."


Amar as qualidades, na saúde, na alegria, na riqueza... é bom e fácil.
Melhor ainda é você aprender junto com a pessoa amada a essência e o verdadeiro significado que essa palavrinha de 4 letras tem, seja na doença, na pobreza, tristeza. É quando amamos até os defeitos e fragilidades da pessoa. Quando a estrutura do seu sentimento não se abala nas dificuldades, muito pelo contrário, quando nesses momentos os alicerces ficam cada vez mais fortes, agradeça a Deus porque você realmente foi abençoado.

O amor é um aprendizado diário que precisa ser alimentado diariamente com respeito, carinho, cumplicidade,  e faz tudo valer a pena.

Tente você também.

Um beijo no coração e fiquem com Deus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aracelli, Meu Amor - 18 de maio de 1973

Oi pessoal,
estou passando para falar de uma coisa muito séria: o Abuso e a exploração sexual de crianças e Adolescentes. Hoje, dia 18 de maio é o Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, é uma data nacional e foi escolhida 20 anos após o do crime que aconteceu contra Aracelli Cabrera Sanches Crespo (02 de julho 1964 - 18 de maio de 1973).
Aracelli (significa altar celeste), brasileira, nascida em Vitória/ES. Uma menina meiga, alegre, morava em uma casinha no bairro de Fátima, em Serra/ES (na rua que hoje tem o mesmo nome da menina). Era filha de Gabriel Crespo e da boliviana Lola Sanchez. Tinha um cachorro, chamado Radar (colocou esse nome, pois dizia que ele a encontraria em qualquer lugar). Estudava no Colégio São Pedro, e na sexta-feira, dia 18 de maio de 1973, não chegou no horário que normalmente chegava em casa, e com o passar das horas, a preocupação foi aumentando.
O Sr. Gabriel Crespo, pensando em sequestro, foi à delegacia dar queixa do desaparec…

[Utilidade Pública] Percevejos-de-cama

Oi pessoal
hoje vim pra falar de um bichinho horrível e que muita gente não conhece: os percevejos-de-cama.
Nome: Percevejos-de-Cama ou Cimex lectularius
São insetos que se alimentam de sangue humano e são capazes de provocar alergias e infecções. Até o momento, não foram identificadas doenças transmitidas por esse tipo de inseto, mas é melhor não coçar as picadas, senão elas podem infeccionar.
Esses pequenos insetos medem cerca de 5 milímetros e possuem uma coloração vermelha escura, oval e achatado da traseira para a parte inferior, com patas bem desenvolvidas, mas sem asas. Boca adaptada à perfuração e sucção. Vivem de seis a doze meses, e suas fêmeas pode colocar de 3 a 5 ovos por dia. Por isso, quando eles se instalam em algum lugar, tendem a se reproduzir. Seus ovos são brancos e em forma de pêra. Quando jovens, os percevejos são marrom claros. Conforme vão crescendo, eles tornam-se mais escuros.
Os percevejos adultos são de uma cor castanho-vermelha, têm um corpo achatado e oval co…

NÃO INDICO: Praia do Forte Hostel

Oi pessoal,
infelizmente, minha última postagem "[Utilidade Pública] Percevejos-de-cama" não foi um assunto escolhido aleatoriamente. Mas antes de dar o meu depoimento, eu queria ter o cuidado de passar o máximo de informações possíveis pra vocês.
Então, segue meu relato:
Semana passada (de 27/09 a 01/10), realizei uma visita pedagógica Recife/ Aracaju/ Praia do Forte/ Recife com as turmas do primeiro, terceiro e quinto período de Hotelaria da UFPE – Universidade Federal de Pernambuco. A viagem foi ótima, as visitas técnicas foram muito produtivas e aprendemos muito. A viagem poderia ter sido perfeita pra mim se não fosse um episódio percebido no ultimo dia.
Me preparando para voltar a Recife no dia seguinte... fui arrumar minha bagagem (noite de quinta-feira, 30/09) e acabei cochilando na cama. No quarto (fiquei hospedada no quarto “golfinho”), só estávamos eu e outra amiga, os demais estavam numa confraternização do grupo lá fora. Acordei por volta das 0h15min (sexta, dia 1ºo…