segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Berinjela - Dieta Coletiva

Boa noite, pessoal.
Nesse final de semana me exercitei bastante. Fiz umas trilhas com novos amigos que fiz e foi maravilhoso. Depois faço um post só sobre o passeio e coloco umas fotos também. Se der, repetiremos a aventura.

A alimentação continua na mesma. Mas, como também já disse. Vou cuidar de uma coisa de cada vez, primeiro a ansiedade e atividades físicas, assim, conseguirei respeitar a dieta. Mas, chego lá.

Hoje, resolvi falar um poquinho de algumas propriedades da Berinjela. Ele sofre um pouquinho de preconceito. Mas, pode ser muito benéfica ao corpo. E se preparado com amor, pratos maravilhosos podem sair.





Embora não haja comprovação, até o momento, de que a berinjela diminua o colesterol, esta hortaliça fornece muitos outros nutrientes benéficos à saúde.

Levando em consideração a composição nutricional do fruto da berinjela, este pode ser considerado fonte de minerais e vitaminas. As análises laboratoriais mostram que, em 100g de berinjela crua encontram-se, em quantidades consideráveis, os seguintes minerais: cobre, magnésio, zinco, potássio, cálcio, ferro e fósforo. As principais vitaminas encontradas são: vitamina A (retinol), vitamina B1 (tiamina), vitamina B2 (riboflavina) e vitamina C (ácido ascórbico). Além disso, a berinjela destaca-se por apresentar uma grande quantidade de água, essencial para manter o corpo hidratado e favorecer as reações químicas nas células corporais,; uma significativa porcentagem de fibras, que auxilia no bom funcionamento do intestino e formação do bolo fecal; além de ser considerado um alimento que fornece poucas calorias, auxiliando no controle do peso.


Função dos nutrientes

Como já foi dito anteriormente, a berinjela é composta por diversos nutrientes importantes para a manutenção da saúde.
Cobre: faz parte de várias enzimas e proteínas .

Magnésio: Atua em reações enzimáticas. Faz parte da constituição de ossos, dentes, membrana celular e cromossomos

Zinco: Atua no crescimento e desenvolvimento do sistema imunológico, nas funções neurológicas,na síntese,liberação e ligação de diversos hormônios , na transmissão de impulsos nervosos e está diretamente relacionado a reprodução.

Potássio: Atua no equilíbrio eletrolítico do organismo, contração muscular, síntese de glicogênio, metabolismo protéico e de carboidratos, manutenção da diferença de potencial através das membranas celulares.

Cálcio: Atua na formação dos ossos e dentes,é essencial para a vasoconstrição e vasodilatação, transmissão de impulsos nervosos, contração muscular e secreção de hormônios, além de desempenhar funções metabólicas e interferir na absorção do fósforo pelo organismo.

Fósforo: Atua no crescimento e diferenciação celular, componente dos ácidos nucléicos e das membranas plasmáticas e auxilia a manutenção do equilíbrio ácido-básico.

Vitamina B1 (tiamina): Atua como coenzima em diversas reações enzimáticas e exerce importante função no metabolismo dos carboidratos e lipídios.

Vitamina B2 (riboflavina): Atua em diversos processos metabólicos no organismo, na transformação de lipídios, proteínas e glicídios.

Vitamina C (ácido ascórbico): Dentre diversas funções, atua em reações químicas no organismo e é extremamente importante nos processos de oxirredução. Facilita a absorção do ferro, da glicose e de outros glicídios pelo organismo. Age no sistema nervoso e na síntese de neurotransmissores.

Segundo Pastore (2005), a berinjela contém fenóis que agem como antioxidantes. Estas substâncias possuem atividade antiinflamatória, evitando que as plaquetas sanguíneas se aglomerem e inibe a ação de radicais livres no organismo, protegendo moléculas de DNA e lipídeos, prevenindo processos carcinogênicos.

A berinjela mais comercializada é a com casca arroxeada. A tonalidade de sua casca deve-se à presença de antocianinas, proantocianinas e flavonóides. As duas primeiras substâncias inibem a produção de radicais livres e os flavonóides apresentam propriedades antioxidantes. Sendo assim, recomenda-se que esta seja consumida com as cascas.

Sugestões sobre o preparo e consumo da berinjela


* PREPARAÇÕES MAIS UTILIZADAS: pode ser adicionada em diversas preparações, como o cuscuz, suflê, tortas, saladas, recheada e em forma de lasanha.

* COMO COMPRAR: a berinjela de boa qualidade deve apresentar pedúnculo verde e rijo, fruto escuro, sem manchas, macio, de pele fina, brilhante e sementes claras. As opacas e amolecidas já estão velhas e perderam um pouco suas propriedades nutricionais.

* COMO ARMAZENAR: até o momento do preparo, deve ser armazenada inteira e com casca, para que não haja perda de nutrientes e alterações sensoriais, sob refrigeração, por um período máximo de 4 dias. Se guardada dentro do frigorífico, em um saco plástico, dura de uma a duas semanas.

* COMO PREPARAR: deve ser preparada com casca, em pedaços grandes e se for cozida em água, o volume da água de cozimento deve ser o menor possível, para minimizar a perda de nutrientes. Além disso, evite cozinhar por tempo prolongado em altas temperaturas para reduzir as perdas das vitaminas hidrossolúveis.
* COMO EVITAR O GOSTO AMARGO: Para retirar o gosto amargo que a caracteriza, corte-a ao meio, esfregue com sal e escorra, ou deixe-a aberta coberta com água e sal, limão ou vinagre, durante, pelos menos, 15 minutos. Escorra em seguida e seque com papel absorvente.


Uma beijoca e fiquem com Deus


Eita, quase esqueço de colocar os créditos :P
As informações eu li no site da Clínica Dr. Queiroz, que encontrei em pesquisas na internet.

Um comentário:

  1. Ei amiga, quanto tempo! Como vc esta? Estou com saudades de conversar contigo. Bacana sua matéria, eu adoro beringela, delicia. Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir

È muito bom saber o que você achou das postagens e do blog. Obrigada por deixar seu recadinho. Deixe seu nome e email, assim poderei respondê-lo.
Uma beijoca e fique com Deus.