Pular para o conteúdo principal

[Utilidade Pública] Percevejos-de-cama

Oi pessoal

hoje vim pra falar de um bichinho horrível e que muita gente não conhece: os percevejos-de-cama.

Nome: Percevejos-de-Cama ou Cimex lectularius

São insetos que se alimentam de sangue humano e são capazes de provocar alergias e infecções. Até o momento, não foram identificadas doenças transmitidas por esse tipo de inseto, mas é melhor não coçar as picadas, senão elas podem infeccionar.

Esses pequenos insetos medem cerca de 5 milímetros e possuem uma coloração vermelha escura, oval e achatado da traseira para a parte inferior, com patas bem desenvolvidas, mas sem asas. Boca adaptada à perfuração e sucção. Vivem de seis a doze meses, e suas fêmeas pode colocar de 3 a 5 ovos por dia. Por isso, quando eles se instalam em algum lugar, tendem a se reproduzir. Seus ovos são brancos e em forma de pêra. Quando jovens, os percevejos são marrom claros. Conforme vão crescendo, eles tornam-se mais escuros.

Os percevejos adultos são de uma cor castanho-vermelha, têm um corpo achatado e oval com pêlos amarelos. Emanam um cheiro de umidade um pouco adocicado. Ao comer, os percevejos incham e sua cor se torna vermelho-escura.

Durante o dia ficam escondidos em dobras de cortinas, relógios, rádios e telefones perto de camas ou sobre mesinhas ao lado da cama, dentro ou debaixo de gavetas, porta-retratos, rachaduras, fendas, cabeceiras de cama, papéis de parede, rodapés, colchões, sofás, tapetes, malas e sapatos.

Os percevejos também podem ser transportados para casa em bagagem, roupas ou outros objetos pessoais após uma viagem. Às vezes, hotéis têm percevejos. Eles podem entrar nas suas malas e ser transportados para casa. Na roupa do corpo é possível, mas isto é pouco provável. Basta apenas um percevejo para você ter uma praga deles em casa.

Algumas das razões do percevejo-de-cama ser um problema em muitas cidades é pelo fato de que cada vez mais pessoas estão viajando para o exterior, a locais onde há problemas com os percevejos, ou mesmo o fato de que certos tipos de inseticidas para os percevejos foram banidos por terem substância consideradas cancerígenas.

Por serem insetos noturnos, dificilmente poderá vê-los. Eles saem para se alimentar à noite e são atraídos pelo calor do corpo e o dióxido de carbono que liberamos enquanto dormimos. Quando nos picam, os percevejos de cama injetam saliva para garantirem que o sangue flua sem coagular. A resposta do nosso sistema imunitário é que causa a irritação.

Sinais da presença de percevejo-de-cama?

Desconfie se você encontrar:
  • manchas escuras (avermelhadas ou castanhas) nos lençóis, fronhas, colchões ou áreas próximas da cama. Isto vem das fezes dos percevejos.
  • manchas de sangue nos lençóis e fronhas.
  • cheiro particular de umidade
  • acordar com picadas esbranquiçadas que coçam, geralmente em áreas da pele que ficam expostas
  • aparecimento de pequenos vergões vermelhos e comichão na pele. Isto vem das picadas desses insetos.
Como tratar as picadas?
  • Você deve lavar a área afetada com sabão anti-séptico, para diminuir a infecção.
  • Evite coçar
  • Procure um médico para que ele passe uma medicação adequada para o seu caso.
Como eliminar os percevejos?

A única forma de se livrar dos percevejos é chamar uma dedetizadora confiável, para pulverizar sua casa com inseticida. Antes da pulverização, eles vão pedir para você lavar toda a roupa de cama, os tapetes e as roupas na temperatura mais alta possível, 60 °C é o ideal. Você precisará expor todos os esconderijos prováveis de percevejos e tomar cuidado para que animais de estimação, principalmente peixes, sejam removidos da área que será dedetizada. Você não poderá passar pano e nem aspirador na casa por uns 10 dias

Outras medidas que poderão ser adotadas no caso de invasão de percevejos, são:

• Tomar banho antes de dormir e ao se levantar
• Trocar roupas de camas no máximo em três dias.
• Lavar tudo em água quente e secar em secadora
• Vedar e selar todas as frestas da estrutura e mobília da casa.
• Examinar móveis usados, roupas e malas antes de trazê-los para casa.
• Examinar todas as áreas da sua casa para ter certeza de que tem percevejos.
• Verificar apartamentos e dormitórios. As moradas muito próximas facilitam a criação de percevejos. Eles se abrigam nos espaços entre as paredes. Se o apartamento ao lado do seu tiver percevejos, é provável que você também os tenha. É difícil resolver o problema até que todos os apartamentos no prédio tomem medidas para eliminar esses insetos.
• Antes de mudar para um apartamento vazio, faça uma vistoria para detectar percevejos. Eles podem sobreviver vários meses sem alimento.
• Identificar a origem dos percevejos.
• Com um aspirador de pó (de preferência um que tenha filtro “HEPA”) retirar os percevejos de todas as áreas da casa onde os achou ou onde eles possam estar. Faça isto durante a vistoria inicial e novamente uma vez por semana.
• Jogue fora colchões ou esfregue-os bem e logo passe o aspirador neles. Cubra-os com uma capa plástica com fecho.
• Lave cabeceiras de camas e bases.
• Use um vedante de silicone de alta qualidade para vedar qualquer fenda, racha ou furo nas paredes, especialmente em áreas ao redor de locais onde ocorreram picadas de percevejos.
• Não use inseticida por conta própria. Isto poderá piorar o problema.
• Entre em contato com um dedetizador certificado.
• Após lavar as roupas (por exemplo: roupa de cama e de vestir) coloque-as em sacos plásticos ou recipientes plásticos bem fechados para evitar o retorno dos percevejos.
• Separe os objetos já limpos (sem percevejos) até acabar com o problema.


Fontes e outras notícias relacionadas: (é só clicar em um dos títulos abaixo)









Espero que tenha sido útil essa informação.


Se você teve alguma experiência desagradável com esse bichinho horroroso, deixe um comentário e coloque como você se livrou também. Assim trocamos experiências e podemos ajudar outras pessoas com o mesmo problema.


Um beijo e fiquem com Deus

Comentários

  1. tens uns bichinhos preto bem pequenos no colchão, me confundo as vezes com um pedaço de cabelo. será ércevejo de cama?

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente acordei e ao levar as roupas de cama para o quintal e por no sol (como faço duas a a tres vezes por semana), VÍ aquele bichinho andando uns 4 a 5 levei um susto o que é isso???? até antão nunca tinha visto esses bichinhos,tirei tudo do quarto e lavei o piso com cândida e sabão e passei pano molhado nesta solução nas paredes, achei que tinha resolvido mas hoje ao acordar lá estava eles agora subindo pelas paredes talves pelo cheiro da candida de ontem!!!! peguei um a um todos cheios de sangue, e pior meu cãozinho que dorme no edredom embaixo da cama tbm estava com uns colados nela,vou levar-la para tosar amanhã cedinho,e agora estou aqui pesquisando como matar-los vou comprar uns inseticida e colocar em tudo fechar o quarto umas horas e a tarde limpar novamente. esta correto isso??? ROSELI roselirluz@ig.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gratidão pela visita e participação no blog.
Antes de sair, não esquece de assinar para receber nossas novidades.
Até breve.

Postagens mais visitadas deste blog

Aracelli, Meu Amor - 18 de maio de 1973

Oi pessoal,
estou passando para falar de uma coisa muito séria: o Abuso e a exploração sexual de crianças e Adolescentes. Hoje, dia 18 de maio é o Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, é uma data nacional e foi escolhida 20 anos após o do crime que aconteceu contra Aracelli Cabrera Sanches Crespo (02 de julho 1964 - 18 de maio de 1973).
Aracelli (significa altar celeste), brasileira, nascida em Vitória/ES. Uma menina meiga, alegre, morava em uma casinha no bairro de Fátima, em Serra/ES (na rua que hoje tem o mesmo nome da menina). Era filha de Gabriel Crespo e da boliviana Lola Sanchez. Tinha um cachorro, chamado Radar (colocou esse nome, pois dizia que ele a encontraria em qualquer lugar). Estudava no Colégio São Pedro, e na sexta-feira, dia 18 de maio de 1973, não chegou no horário que normalmente chegava em casa, e com o passar das horas, a preocupação foi aumentando.
O Sr. Gabriel Crespo, pensando em sequestro, foi à delegacia dar queixa do desaparec…

NÃO INDICO: Praia do Forte Hostel

Oi pessoal,
infelizmente, minha última postagem "[Utilidade Pública] Percevejos-de-cama" não foi um assunto escolhido aleatoriamente. Mas antes de dar o meu depoimento, eu queria ter o cuidado de passar o máximo de informações possíveis pra vocês.
Então, segue meu relato:
Semana passada (de 27/09 a 01/10), realizei uma visita pedagógica Recife/ Aracaju/ Praia do Forte/ Recife com as turmas do primeiro, terceiro e quinto período de Hotelaria da UFPE – Universidade Federal de Pernambuco. A viagem foi ótima, as visitas técnicas foram muito produtivas e aprendemos muito. A viagem poderia ter sido perfeita pra mim se não fosse um episódio percebido no ultimo dia.
Me preparando para voltar a Recife no dia seguinte... fui arrumar minha bagagem (noite de quinta-feira, 30/09) e acabei cochilando na cama. No quarto (fiquei hospedada no quarto “golfinho”), só estávamos eu e outra amiga, os demais estavam numa confraternização do grupo lá fora. Acordei por volta das 0h15min (sexta, dia 1ºo…