Pular para o conteúdo principal

Dança do Ventre

As danças sensuais tem sido a opção predileta quando o assunto é sensualidade. Elas permitem que a mulher fique desinibida, além de conhecer melhor o próprio corpo.



A dança do ventre é uma dança milenar e que até hoje desperta o frisson tanto na bailarina, quanto em quem assiste. É uma dança que mexe com todos os sentidos, os movimentos da mulher ficam mais delicados, além dos benefícios para o corpo, como a queima de calorias (em média 400 calorias por hora), tonifica a musculatura das pernas, panturrilha, abdomen, braços, costas e glúteos; aumenta circulação sanguínea, melhora a postura, flexibilidade e resistência física. Aumenta a autoestima, alivia o estresse, etc.

Dizem que a bailarina passa por três fases:
1 - dança para si
2- dança para uma figura masculina (pode ser pai, companheiro, irmão...)
3- dança para amigos e
depois está preparada para dançar para um público maior.

Entretanto, ao aprender as primeiras técnicas, mesmo os passos mais simples já possibilitam a preparação de uma noite inesquecível.

Músicas árabes... se você gostar de sons marcantes pode buscar por solos de debak.
Use e abuse da criatividade.
Prepare o ambiente com velas, incensos e petalas de rosas.
Um perfume provocante.
Faça uma maquiagem marcante. Mas cuidado para não exagerar e ficar com uma aparência vulgar.
Para depois da apresentação e as consequências que ela trará, você poderá já deixar preparado um lanche com frutas (morangos, uvas, kiwi e manga cortadinhos, etc), chocolate, vinhos, uma tábua de frios, etc.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aracelli, Meu Amor - 18 de maio de 1973

Oi pessoal,
estou passando para falar de uma coisa muito séria: o Abuso e a exploração sexual de crianças e Adolescentes. Hoje, dia 18 de maio é o Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, é uma data nacional e foi escolhida 20 anos após o do crime que aconteceu contra Aracelli Cabrera Sanches Crespo (02 de julho 1964 - 18 de maio de 1973).
Aracelli (significa altar celeste), brasileira, nascida em Vitória/ES. Uma menina meiga, alegre, morava em uma casinha no bairro de Fátima, em Serra/ES (na rua que hoje tem o mesmo nome da menina). Era filha de Gabriel Crespo e da boliviana Lola Sanchez. Tinha um cachorro, chamado Radar (colocou esse nome, pois dizia que ele a encontraria em qualquer lugar). Estudava no Colégio São Pedro, e na sexta-feira, dia 18 de maio de 1973, não chegou no horário que normalmente chegava em casa, e com o passar das horas, a preocupação foi aumentando.
O Sr. Gabriel Crespo, pensando em sequestro, foi à delegacia dar queixa do desaparec…

Feriado começou com grandes emoções!!!

Caramba,
eu não podia deixar de dividir essa alegria com vocês: Nasceu minha sobrinha Ana Gabriela!!! Ontem recebi a notícia que minha cunhada, que completaria 8 meses de gestação hoje, tinha tido uma considerável alta de pressão e que estava no hospital. Ela passou a noite na UTI em observação e o médico achou melhor anteceder a data do parto.
Essa última noite não dormi direito, aguardando notícias. Pela manhã meu irmão me ligou dizendo que os médicos já estavam se preparando para a cirurgia.
Fomos ao Hospital e depois de horas de espera e sem noticias, ligamos para o médico, pois estavamos muito preocupados com o estado da minha cunhada e da minha sobrinha... o médico chegou todo sorridente, disse que tinha sido melhor do que ele esperava, que Aninha tem uma boa garganta pra chorar e que tudo tinha sido bem. Inclusive, o médico já tinha saído pra almoçar e estava voltando.
A danadinha já estava no mundo e a familia aflita :P 
Graças a Deus ocorreu tudo perfeitamente e as duas estão com m…

Crianças e nostalgia

O vídeo abaixo não é da Poupança Bamerindus, mas eu até usaria um pedacinho da música de um antigo comercial:

"O tempo passa, o tempo voa"


Eu até brinco que sou de Sasha pra cá. Mas, essa brincadeira fica até sem graça, quando vejo que brinquedos da minha época já viraram peças de museu.

Aquele gravadorzinho vermelho... kkk

Beijocas