Pular para o conteúdo principal

Cestinha de pirulitos

Bom dia, meninas!

Para decorar utilizei pirulitos de várias cores e tamanhos.

Para fazer as cestinhas, precisei:

  • Argila e saco plástico
Usei em cada caixinha meio quilo, entretanto, a quantidade dependerá do quê e do tamanho e peso do que você colocará. A argila deverá ser colocada dentro de um saco plástico e dar um nó.  Usei aqueles que usamos em cozinha mesmo. O saco fará com que a argila dure mais, resseque menos, além de você fazer menos sujeira.


  • Caxinha de papelão do tamanho desejado
Você colocará o saco plástico com a argila dentro da caixinha - é bom colocar o nó do saco para baixo, assim não atrapalhará na hora de colocar os pirulitos.
 

  • Pirulitos de cores e tamanhos variados
  • Rococó da cor desejada
Vá colocando os pirulitos aleatoriamente. Depois para esconder a argila, coloque rococó.


  • Fita de pvc colorida e tesoura
A fita você usará em volta da caixinha, para esconder o papelão. Poderá também fazer um lacinho e prender na frente, pra dar um charminho. (prendi com um araminho, mas acho melhor dar um pontinho com linha e agulha mesmo, fica mais discreto)


RESULTADO:

Coloquei um em cada ponta da mesa do bolo, ficou uma graça.
Deixem um comentário, ou mesmo sugestões.

Um beijo e fiquem com Deus.

Comentários

Postar um comentário

Gratidão pela visita e participação no blog.
Antes de sair, não esquece de assinar para receber nossas novidades.
Até breve.

Postagens mais visitadas deste blog

Aracelli, Meu Amor - 18 de maio de 1973

Oi pessoal,
estou passando para falar de uma coisa muito séria: o Abuso e a exploração sexual de crianças e Adolescentes. Hoje, dia 18 de maio é o Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, é uma data nacional e foi escolhida 20 anos após o do crime que aconteceu contra Aracelli Cabrera Sanches Crespo (02 de julho 1964 - 18 de maio de 1973).
Aracelli (significa altar celeste), brasileira, nascida em Vitória/ES. Uma menina meiga, alegre, morava em uma casinha no bairro de Fátima, em Serra/ES (na rua que hoje tem o mesmo nome da menina). Era filha de Gabriel Crespo e da boliviana Lola Sanchez. Tinha um cachorro, chamado Radar (colocou esse nome, pois dizia que ele a encontraria em qualquer lugar). Estudava no Colégio São Pedro, e na sexta-feira, dia 18 de maio de 1973, não chegou no horário que normalmente chegava em casa, e com o passar das horas, a preocupação foi aumentando.
O Sr. Gabriel Crespo, pensando em sequestro, foi à delegacia dar queixa do desaparec…

Feriado começou com grandes emoções!!!

Caramba,
eu não podia deixar de dividir essa alegria com vocês: Nasceu minha sobrinha Ana Gabriela!!! Ontem recebi a notícia que minha cunhada, que completaria 8 meses de gestação hoje, tinha tido uma considerável alta de pressão e que estava no hospital. Ela passou a noite na UTI em observação e o médico achou melhor anteceder a data do parto.
Essa última noite não dormi direito, aguardando notícias. Pela manhã meu irmão me ligou dizendo que os médicos já estavam se preparando para a cirurgia.
Fomos ao Hospital e depois de horas de espera e sem noticias, ligamos para o médico, pois estavamos muito preocupados com o estado da minha cunhada e da minha sobrinha... o médico chegou todo sorridente, disse que tinha sido melhor do que ele esperava, que Aninha tem uma boa garganta pra chorar e que tudo tinha sido bem. Inclusive, o médico já tinha saído pra almoçar e estava voltando.
A danadinha já estava no mundo e a familia aflita :P 
Graças a Deus ocorreu tudo perfeitamente e as duas estão com m…

Crianças e nostalgia

O vídeo abaixo não é da Poupança Bamerindus, mas eu até usaria um pedacinho da música de um antigo comercial:

"O tempo passa, o tempo voa"


Eu até brinco que sou de Sasha pra cá. Mas, essa brincadeira fica até sem graça, quando vejo que brinquedos da minha época já viraram peças de museu.

Aquele gravadorzinho vermelho... kkk

Beijocas